Notícias

Mais notícias








Notícias
Três pessoas do Ceará manifestam sintomas da doença da urina preta
Este é o segundo estado a registrar tais casos; Bahia já soma 52 ocorrências e 2 mortes

O GLOBO ONLINE – 13 DE JANEIRO DE 2017

RIO — Depois dos 52 casos na Bahia, três pessoas do Ceará também apresentaram sintomas de uma doença ainda misteriosa que deixa a urina preta, até o último dia 10. A informação é da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), segundo a qual amostras desses três pacientes foram levadas para análise. Na Bahia, houve duas mortes. Já em solo cearense, não há registro de óbitos até o momento.

De acordo com a nota técnica divulgada pela Sesa, "os sinais e sintomas apresentados foram: dores musculares intensas de início súbito, acometendo principalmente a região cervical, membros inferiores e superiores e mudança na tonalidade da urina (variando entre vermelho escuro e castanho). Nenhum dos pacientes apresentou febre, cefaleia, artralgia ou exantema".

Ainda segundo a nota, as secretarias de saúde do Estado e da cidade de Fortaleza estão monitorando a ocorrência e a investigação dos casos com objetivo de esclarecer a que tipo de doença é esta e se é exatamente a mesma que ocorre na Bahia.

SALVADOR LIDERA OS CASOS

A maior parte dos casos suspeitos da enfermidade aconteceu em Salvador (50), mas houve manifestações de sintomas também nas cidades de Vera Cruz (1) e Lauro de Freitas (1), próximas à capital baiana. A Sesab está monitorando e analisando os casos suspeitos — entre os 44 já investigados, 43 (97%) apresentaram dores musculares intensas de início súbito; 21 (47%) urina escura; 19 (43%) dor ao leve toque no corpo; e 16 (36%) dores nas articulações e sudorese.

A manifestação dos sintomas se assemelha a pequenos surtos ocorridos no exterior, como no Japão, entre 2008 e 2014, na França, entre 2008 e 2010, e na Dinamarca, em 2014.

Sociedade de Infectologia do Estado do Rio de Janeiro - SIERJ
Av. Mem de Sá, 197, Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20.230-150
Tel. (21) 2507-3353 - Fax: (21) 2509-0333

© Copyright, 2015 - SIERJ. Todos direitos reservados.